sexta-feira, 28 de maio de 2010

PROTEÍNAS E SUAS ESTRUTURAS: Secundária, Terciária e Quaternária.

As proteínas são as macromoléculas constituídas por unidades, chamadas de aminoácidos, 20 tipos básicos, e concluem cerca de 50% do peso seco das células. Existem diversos tipos de proteínas, sendo essas especializadas em alguma função biológica. A complexidade das proteínas depende da posição e quantidade dos aminoácidos ao longo da sua cadeia, fazendo com que elas de diferenciem uma das outras e assim determinando suas respectivas funções.

Os aminoácidos que estão presentes nas proteínas se encadeiam pelas ligações peptídicas. Uma ligação peptídica é a união do grupo amina (-NH2) de um aminoácido com o grupo carboxila (-COOH) do outro aminoácido, formando uma amida, liberando uma molécula de água.

Como as proteínas possuem uma grande variedade de funções são divididas em Estruturais e Dinâmicas.

  • Estruturais: por exemplo, o colágeno e elastina que promovem a sustentação estrutural da célula e dos tecidos;
  • Dinâmicas: transporte (ex: hemoglobina), defesa, catálise de reações, controle metabólico, enzimáticas e contração.

Proteína Secundária: Linus Pauling (1901-1994) e Robert Corey (1897-1974) através de processos químicos fundamentais e algumas observações experimentais, predisseram a existência das proteínas secundárias, em 1951. Essa estrutura além de possuir ligações peptídicas, como as primárias, apresentam pontes de hidrogênio. Seus tipos mais comuns são a alfa-hélice (helicoidal) e a folha-Beta (pregueada).

Anexo: alfa-hélice e folha-beta.

Proteína Terciária: Se forma apartir do dobramento da estrutura secundária sobre si mesma, mas especificamente da hélice e a folha, obtendo formato arredondado. Além de conter ligações peptídicas e pontes de hidrogênio, há a ligação dissulfeto (ligação entre moléculas do aminoácido cisteína), que são formadas por átomos de enxofre. Caracteriza-se por ter interações de longas distâncias entre aminoácidos, ao contrário das secundárias.

Estrutura terciária – com legenda.

Proteína Quaternária: Modo de junção das cadeias polipeptídicas, conhecidas como subunidades ou monômeros, para formação de uma molécula protéica. As subunidades são ligadas por uma grande quantidade de reação químicas fracas, como é o caso das pontes de hidrogênio. Um exemplo é a Hemoglobina que é formada de quatro subunidades terciárias.

Estrutura quaternária da Hemoglobina.

2 comentários:

  1. Valeu cara! Salvou minha vida no trabalho de biologia. Postagem ótima, bem clara, ao contrário das outras que li.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe a demora para a resposta Yan. De nada cara, fico feliz em ter ajudado!

      Excluir

Dê seu Woohoo-Comentário...